Uma cantora de exceção a encerrar os Serões Musicais no Palácio da Pena

0
31

A edição 2018 dos Serões Musicais no Palácio da Pena chega esta sexta-feira ao fim, com uma voz que se faz ouvir nos mais importantes teatros líricos e salas de concerto do mundo: a meio-soprano escocesa Karen Cargill. Em destaque no seu programa, as belíssimas ‘Wesendonck-Lieder’, de Richard Wagner.

Os Serões Musicais no Palácio da Pena despedem-se dia 30 de março, pelas 21h00, com um recital protagonizado por uma cantora que é presença frequente em grandes palcos do circuito operático internacional, como o Metropolitan de Nova Iorque, a Royal Opera House de Londres ou a Deutsche Oper de Berlim. Mas Karen Cargill é também reconhecida como grande intérprete da canção de câmara e é enquanto tal que se apresenta no Salão Nobre do Palácio da Pena, para um recital ao lado do seu mais habitual pianista-acompanhador, Simon Lepper.

Neste concerto, intitulado “A longa sombra do ‘Tristão'”, o maior destaque vai para as “Canções de Wesendonck” de Richard Wagner, obra-prima absoluta da canção oitocentista de língua alemã que é interpretada pela primeira vez nos Serões Musicais. Além de Wagner, Karen Cargill abordará ainda quatro mestres franceses da ‘mélodie’: Reynaldo Hahn, Claude Debussy, Henry Duparc e Ernest Chausson. O todo sugere um daqueles serões musicais da Paris da ‘Belle Époque’, tão bem descritos por Marcel Proust em ‘Em Busca do Tempo Perdido’.

Karen Cargill venceu em 2002 o prestigiado Prémio Kathleen Ferrier e construiu, em apenas dez anos, uma sólida carreira internacional, que se desdobra com igual fulgor no repertório operático – nomeadamente Wagner -, no repertório de concerto e no de recital, apresentando-se com muitos dos grandes maestros e mais prestigiadas orquestras da atualidade.

O ciclo Serões Musicais no Palácio da Pena é uma iniciativa conjunta da Parques de Sintra e do Centro de Estudos Musicais Setecentistas em Portugal (CEMSP), tendo por diretor artístico o maestro Massimo Mazzeo. Os “Serões Musicais” iniciam a Temporada de Música Erudita da Parques de Sintra, a qual inclui ainda, em julho, os “Reencontros – Memórias musicais no Palácio de Sintra”, e, em outubro e novembro, o ciclo “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie”.

Informações úteis:

Preço de bilhete por concerto: 10€

Capacidade do Salão Nobre: 80 lugares

Locais de venda: Bilheteiras da Parques de Sintra, FNAC, Worten, El Corte Inglés, Altice Arena, Media Markt, lojas ACP, rede PAGAQUI e Postos de Turismo de Sintra e Cascais.

Online em www.parquesdesintra.pt e em www.blueticket.pt

M/6